For professional inquires or general questions or comments, please contact: mylilobridge@gmail.com

 

Contact Me

Ivana Nohel: the artist behind one of the Queen's fav scarves

October 10, 2019

I've heard about Ivana Nohel very recently... as I was reading one of my favourite London magazines, The Covent Gardener. I put her name on Google and found her website and Instagram page and I was just amazed with all the colourful pieces of art she sells - her scarves. And then I became astonished as I understood that the Queen herself worn one of her scarves, more than once! What more can someone aspire?! What an honour it must be!

 

I've always admired the way Elizabeth II put a scarf on her head, since an early age. I've written recently something about this, that you can read it here

 

So, for me, it was impossible to resist and not interview this interesting woman called Ivana. She is a London based multi media artist and illustrator, and she's been having the most extraordinary working path. And when I say 'extraordinary' it really is... believe me! And I was more than happy to learn that one of her latest acquisitions was the creation of an Anti-Brexit scarf - you have to see it!

 

1. I know you have an artistic background, with a lot of different experiences, is that right?
That is correct. I have a degree in Anthropology (study of material culture) from University of British Columbia. Plan was to become an architect but instead I moved to London to attempt work in the theatre as costume or set designer. I ended up working at the BBC costume department then moved to fashion because I had a very good friend studying at the St Martins School of Art and I became a sort of mascot/phantom student there (they even put my name in the role call - even though I did not register for any classes!) 

 

I then got a job with Jean Muir in the design room as an assistant - then designed cashmere sweaters at Shirin Cashmere in Beauchamp Place - then set up a fashion range (for ladies who lunch - and wedding/occasion wear).

 

The recession hit us and I got work designing lingerie for Janet Reger. I wanted to get out of fashion and found a job with Hasbro designing Sindy dolls. I then moved to a licensing agency to become a creative director for their merchandising department. We handled the rights for properties such as Star Wars, Mr Men and Sony. 

 

I was then headhunted to design the Disney princess range of fashion dolls and products for Disney Consumer Products. I ended up heading up the toy team for UK and Europe. I left Disney in 2007, working as a freelance illustrator and creative director. Now I also design shop windows,  trade fair stands and make sets and props for fashion shoots. 

 

2. When did you decide to create a scarves brand? And why to start this 'adventure'?
The scarves evolved from my love of vintage scarves and it’s a way of telling stories, wearing our wishes. Most of my scarves feature fine jewellery - jewellery I would love to own but can not afford!
I think the scarf is the most versatile item in a persons wardrobe and it allows the wearer to express themselves - wether they wear it as a jaunty, sexy bow around the neck, or... as a sign of modesty, to cover their hair. It also brings colour and focus to the face. I asked colour consultants Red Leopard to design the colourways so that they compliment and enhance the wearers unique colouring. Scarves for business women replace the tie for men and brings life, colour and personality to a dark suit or dress.

 

3. Where do you look for inspiration to new patterns?
20th century heroines, favourite films or adventures - for example  my new ‘road trip’ scarf that bears jump leads, toe ropes and travel sweets - ordinary things made beautiful.

 

4. Scarves used to be very popular in the 50's and 60's but they are trendy again... and there are a lot of ways of using it, right? Do you have any favourite?
I wear scarves in my head (like the queen) to protect my hair from the rain - I wear it tide in a bow around my neck and I often use it as a bag to carry groceries when I forget my canvas bag ( there is a way to tie it to do this) 

 

5. In what occasions should a woman wear a scarf?
I think all the time - in the day it brightens an outfit and makes a small wardrobe seem bigger - a couple of dresses can be transformed in to different ‘looks’ depending on the scarf being worn as a bow, tied like a man’s tie or as a belt. In the evening I pull the ends of the scarf through a huge diamanté ring, or huge brooch, to add sparkle or tie a bow on the side of a string of pearls.

 

6. A lot of people say that they love this trend of using headscarves, but they don't know how to use it... they say it slips off their head... is that any secret behind the real way of using it?
Depends how they are worn - if tied like the queen wears it, it shouldn’t slip off but if one wants to wear it as a turban, it is possible to get a Cotten scull cap to  pin the scarf to - or one must use bobby pins. 

 

7. I've learn recently that Queen Elizabeth have worn at least one of your scarves... is that true? How honouring is that?...
That is true! And the most exciting thing that has ever happened to me! And I have had a lot of exciting things happen and met a few very famous people but this was the best! I love the queen, I think she is an amazing woman and I love the fact that a woman of her age is considered a style icon

 

8. Is that true that she has a special way to tie the bow under her chin?
Yes, I have only seen her tie it this way. She has a very ‘romantic’ style and this really suits her I think. It’s very charming.

 

9. Can we expect to see the Queen with a new scarf of yours? 
From your lips to god’s ear! Let’s hope so!

 

11. Where can we buy your scarves?
My scarves are available in the Buckingham Palace garden shop during the summer opening of the state rooms or on their website - they stick the scarf the queen has - the rocking horse scarf and a new range I have just designed specially for them; the royal porcelain scarf (featuring the highlights of the Queens porcelain collection), the music room scarf (featuring the Buckingham palace music room ceiling) and the royal mews scarf (featuring elements found whin the royal  mews and stables.
My scarves are also available at www.redleopard.com, on my website and Kokoro fashion boutique in conaught street - and a few independent boutiques in UK and Europe. 

 

12. How would you describe yourself as an artist?
Whimsical.

Ouvi falar pela primeira vez de Ivana Nohel muito recentemente... enquanto lia uma das minhas revistas favoritas de Londres, 'The Covent Gardener'. Coloquei o nome dela no Google e encontrei o seu site página de Instagram e, desde logo, fiquei impressionada com todas as peças de arte coloridas que ela vende - os seus lenços. E fiquei ainda mais surpresa ao perceber que a própria rainha usou um dos seus lenços, mais do que uma vez! O que mais alguém pode aspirar ?! Quanta honra deve ser!

 

Sempre admirei a maneira como Elizabeth II coloca um lenço na cabeça, desde tenra idade. Eu escrevi recentemente sobre isso, algo que pode ler aqui.

 

Assim sendo, para mim, era impossível resistir e não entrevistar esta mulher tão interessante chamada Ivana. Ela é uma artista e ilustradora multimedia de Londres, e tem tido o percurso mais extraordinário de trabalho. E quando digo "extraordinário", é mesmo ... acreditem em mim! E fiquei feliz em saber que uma das suas últimas aquisições foi a criação de um lenço anti-Brexit - têm mesmo que ver!

 

1. Eu sei que tem uma formação artística, com muitas experiências diferentes, certo?
Correcto. Sou formada em Antropologia (estudo da cultura material) pela University of British Columbia. O plano era tornar-me arquiteta, mas mudei-me para Londres para tentar trabalhar no teatro como figurinista ou cenógrafa. Acabei por ir trabalhar no departamento de guarda-roupa da BBC e depois mudei -me para a moda, porque tinha um amigo muito bom estudando na St Martins School of Art e tornei-me uma espécie de estudante mascote / fantasma lá (eles até colocaram o meu nome na folha de presenças - mesmo eu não me tendo inscrito em nenhuma aula!)

Consegui um emprego com Jean Muir no departamento de design, como assistente - depois desenhei camisolas de cashmira na Shirin Cashmere em Beauchamp Place - depois criei uma linha de moda (para mulheres executivas - e casamentos / ocasiões especiais).

A recessão acabou por nos atingir e eu trabalhei ainda como designer de lingerie para Janet Reger. Entretanto, quis sair da moda e arranjei um emprego na Hasbro, onde desenhava bonecas Sindy. Depois, mudei para uma agência de licenciamento para me tornar diretora criativa do departamento de merchandising. Lidávamos com os direitos de propriedades como Star Wars, Mr Men e Sony.

Fui, então, encontrada e chamada para projetar a linha de bonecas e produtos de princesa da Disney para produtos de consumo da Disney. Acabei a liderar a equipa de brinquedos no Reino Unido e na Europa. Em 2007, saí da Disney, trabalhei como ilustradora freelancer e diretora criativa. Agora também faço o design de montras, stands de feiras e confecções e acessórios para sessões de moda.

 

2. Quando é que decidiu criar uma marca de lenços? E porquê começar essa 'aventura'?
Os lenços surgiram do meu amor por lenços vintage e foi uma maneira que arranjei de contar histórias, usando os meus desejos. A maioria dos meus lenços mostram jóias finas - jóias que eu adoraria possuir, mas que não posso ter!
Eu acho que o lenço é o item mais versátil do guarda-roupa das pessoas e permite que qualquer pessoa se expresse - quer o use com uma laçada sexy e sensual ao redor do pescoço, ou ... como um sinal de modéstia, para cobrir os cabelos . Também traz cor e foco ao rosto. Pedi aos consultores de cores Red Leopard que desenhassem as cores para que complementassem e aprimorassem a coloração exclusiva de quem os usa.Os lenços são para as mulheres de negócios o que a gravata é para os homens e traz vida, cor e personalidade a qualquer fato ou vestido escuro.

 

3. Onde procura inspiração para novos padrões?
Nas heroínas do século XX, filmes favoritos ou aventuras - por exemplo, o meu novo lenço de 'viagem' tem pistas de salto, atacadores e doces de viagem - coisas banais tornadas bonitas.

 

4. Os lenços costumavam ser muito populares nos anos 50 e 60, mas estão na moda novamente ... e existem muitas maneiras de os usar, certo? Tem alguma maneira favorita?
Uso lenços na cabeça (como a rainha) para proteger o meu cabelo da chuva - uso com uma laçada ao pescoço e costumo usá-lo como um saco para carregar mantimentos quando esqueço o meu de lona (há uma maneira de o atar para fazer isso).

 

5. Em que ocasiões uma mulher deve usar um lenço?
Acho que a toda a hora - durante o dia ajuda a iluminar uma roupa e faz um pequeno look parecer mais do que aquilo que é - alguns vestidos podem ser transformados em diferentes 'looks', dependendo do lenço usado como um laço, atado como uma gravata de homem ou como um cinto. À noite, puxo as pontas do lenço através de um enorme anel de brilhantes, ou de um broche grande, para adicionar brilho, ou atar um laço na lateral de um colar de pérolas.

 

6. Muitas pessoas dizem que adoram esta tendência de usar lenços na cabeça, mas não sabem como usá-lo ... dizem que lhes cai da cabeça ... existe algum truque por detrás da maneira de usá-lo?
Depende de como eles são usados ​​- se atados como a rainha os usa, eles não devem escorregar, mas se alguém quiser usá-lo como turbante, pode fazê-lo com um boné para prender o lenço - ou é preciso usar uns ganchos.

 

7. Soube recentemente que a rainha Isabel II usou pelo menos um dos seus lenços ... é verdade? Como é ter essa honra?...
Isso é verdade! Foi a coisa mais emocionante que já me aconteceu! E eu tive muitas coisas interessantes a acontecer e conheci algumas pessoas muito famosas, mas isto foi o melhor de tudo! Eu adoro a rainha, acho que ela é uma mulher incrível e admiro o facto de uma mulher da idade dela ser considerada um ícone de estilo

 

8. É verdade que ela tem uma maneira especial de dar a laçada sob o queixo?
Sim, eu só a vi atar dessa maneira. Ela tem um estilo muito "romântico" e isso realmente combina com ela, eu acho. É muito charmoso

 

9. Podemos esperar ver a rainha com um novo lenço seu?
Que Deus a oiça! Esperemos que sim!

 

10. Onde podemos comprar os seus lenços?
Os meus lenços estão disponíveis na loja dos jardins do Palácio de Buckingham durante o período de abertura de verão ou no site deles - eles vendem o lenço que a rainha tem - o dos cavalos de baloiço e uma nova linha que acabei de projetar especialmente para eles; o lenço de porcelana real (com os destaques da coleção de porcelana da Rainha), o lenço da sala de música (com o teto da sala de música do Palácio de Buckingham) e o lenço dos estaleiros da realeza (com elementos encontrados nos 'mews' e estábulos reais).
Os meus lenços também estão disponíveis em www.redleopard.com, no meu site e na boutique de moda Kokoro, na rua Conaught - e em algumas boutiques independentes do Reino Unido e da Europa.

 

11. Como se descreveria a si própria enquanto artista?
Excêntrica.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

You Might Also Like:

Meet the 'new' royals of The Crown

November 14, 2019

Remembrance Day: what's in a Poppy?

November 12, 2019

1/15
Please reload